BICLAS & TRICLAS

José Luis Leitão, trabalhou como diretor de arte em séries de ficção e telefilmes para os principais canais de televisão. Sara Rêgo, foi docente durante alguns anos e mãe galinha nos seguintes.

1 de Dezembro de 2018

Hoje José é socio gerente da Biclas e Triclas e trata da parte operacional da frota, Website, Marketing digital e conteúdos para plataformas de venda online. Já Sara é cara da nossa loja, prima no atendimento e coordena os guias e todas as reservas e contactos via mail. Juntos definem as estratégias e o rumo da Biclas e Triclas com o um cunho muito especial. Estivemos a conversa com estes empreendedores para saber um pouco mais do seu projeto.


1.     Como surgiu a ideia de criar a Biclas & Triclas? Quando foi criada?

 2014, em plena crise e num ambiente pessimista, perdi o meu trabalho de quase toda a vida, mas simultaneamente ganhei a oportunidade de começar algo novo.

A ideia de iniciar um projeto que contribuísse de forma positiva para a qualidade de vida na cidade do Porto, que influenciasse a mentalidade coletiva para as boas práticas já andava a fervilhar há algum tempo.

O Porto e o crescimento do turismo, a visita de pessoas com hábitos mais saudáveis e amigos do ambiente e a minha atração pelas biclas e transportes não poluentes foram os ingredientes principais para dar corpo à ideia “Adoramos bicicletas e o Porto e queremos que os nossos clientes adorem as nossas bicicletas e a nossa cidade”.

Em Maio de 2015 abrimos as portas da BICLAS & TRICLAS - Rent a Bike and Tours, um negócio familiar, localizado estrategicamente em Miragaia, no centro histórico do Porto e ao mesmo tempo afastado o suficiente do rebuliço da cidade para partir tranquilamente num belo passeio pelas margens do rio Douro até à praia.

Iniciamos com uma pequena frota de aluguer composta por biclas (vulgo bicicletas) e triclas (triciclos de três lugares movidos a pedais com assistência elétrica) que deram notoriedade à nossa marca pela sua originalidade e empatia.

Com um percurso auspicioso estamos a caminho do 4º aniversário e estamos orgulhosos do nosso trabalho. Em 2018 as nossas biclas azuis são parte incontornável da paisagem da cidade, mais de 10000 clientes adoraram as nossas bicicletas e a nossa cidade. 
Abrimos uma segunda loja, aumentamos substancialmente e diversificamos a nossa frota, melhoramos os nossos serviços através da oferta de passeios guiados, experiências únicas e parcerias importantes, criamos trabalho para a nossa equipa experiente e bem disposta.


    2.      O que pode esperar um cliente que chega a vossa loja?

 A primeira impressão do cliente ao entrar na nossa loja é o aspeto simples e vivido do espaço, depois é recebido pelo sorriso e o cumprimento afável da Sara com um atendimento personalizado com dicas úteis sobre os melhores percursos e locais para visitar. O check-in é rápido e descomplicado, o preçário é justo (uma ida e volta à praia numa bicicleta, pode ser mais barato do que viajar em transportes públicos), dispomos de bicicletas fiáveis e confortáveis para todas as idades e para utilizações diversas.

A loja online em tricla.pt é o local preferido pelos clientes para reservar os nossos serviços. Com um aspeto sóbrio e informação detalhada sobre as nossas experiências e serviços, um sistema de pagamento seguro e claro, é a forma mais cómoda e mais aconselhada em períodos de grande procura.


    3.     Qual é o perfil dos vossos clientes?

O perfil dos nossos clientes é muito heterogéneo. De todas as idades, nacionalidades muito diversas, todos os extratos sociais, mais e menos exigentes, todos têm em comum o prazer por andar de bicicleta e partilham a ideia que a melhor forma para conhecer a cidade é a pedalar numa bicicleta.


    4.     Porquê a cidade do Porto? Está previsto o alargamento a outras cidades?

Porquê a cidade do Porto?! Porque é a nossa cidade, embora no que diz respeito às bicicletas, por vezes não pareça, é a cidade a que estamos ligados e conhecemos bem. O Porto ainda não é uma cidade muito amiga das bicicletas mas esta tendência está a mudar muito por força dos turistas que nos visitam e nos inspiram. Há muitos desafios pela frente e espaço para crescer.

Através de parceiros fornecemos serviços em diversas cidades em Portugal e Espanha, como entrega ou recolha de bicicletas e bagagens. 


    5.      Quais os principais desafios encontrados para implementar o projeto? 

No inicio, tivemos as dificuldades inerentes à nossa própria inexperiência neste e em qualquer tipo de negócio. Que bicicletas comprar, onde comprar, a loja estava mal situada fora do fluxo de turistas. O recrutamento de colaboradores com o perfil certo.

A informação confusa e a falta de uma comunicação eficiente com os serviços administrativos acerca do exercício da nossa atividade tornou o nosso inicio muito atribulado e esgotante.

Foi necessário entendermos o mercado e reinventarmo-nos por diversas vezes, procurar financiamento e alguma resiliência. Finalmente começamos a acertar nas estratégias e começamos a obter fruto e estabilidade.


6.     Que projetos para o futuro?

 Em 2018 abrimos uma nova loja, BIKETUR - Adventure Bike Agency, com serviços diferenciados para quem viaja de bicicleta ou pretende alugar uma bicicleta de aventura completamente preparada para viajar por vários dias a partir do Porto.

O nosso foco para o futuro está nos pequenos nichos e mais virado para os habitantes da cidade. Estamos a desenvolver parcerias e a criar pequenos pontos de entrega e recolha de bicicletas no grande Porto para que o acesso a uma bicicleta seja mais fácil.

Acreditamos que a bicicleta é o verdadeiro transporte pessoal do futuro e o Porto e Portugal devem e têm que aderir às políticas europeias que colocam as bicicletas na categoria de transporte público e, por isso, acreditamos que vão existir no futuro próximo mais estruturas e vias reservadas aos ciclistas; o que vai potenciar o uso da bicicleta e, consequentemente, tornar as nossas cidades mais limpas e com melhor qualidade de vida.

Pense global, pedale localmente!

Artigo em formato PDF

Revista Digital Start&Go

Últimas