Trate seus liderados de forma desigual

Sim, isso mesmo. Você não leu errado o título deste artigo. Em um mundo em que todos falam que é preciso tratar todos iguais, a verdade é o oposto.

Paulo Marcelo
1 de Julho de 2018

"Não existe nada mais desigual do que tratar os desiguais de forma igual.” A frase aponta que devemos liderar pessoas de forma diferente, individual e personalizada. Cada um tem sua particularidade, forças e fraquezas.

Para quem é mãe ou pai entende muito bem essa máxima. Eu comecei a compreender e a acreditar nessa premissa quando passei a comandar grandes equipas. Numa equipe multidisciplinar, diversa, percebi que alguns talentos precisavam ser mais incentivados do que outros. Para esses, uma palavra de motivação ou um elogio valiam sobremaneira. Outros já têm mais autonomia e preferem apresentar e entregar o resultado do trabalho.

Eu entendi, então, que tinha de motivar meus liderados individualmente e a partir desse momento passei a respeitar as diferentes necessidades dos colaboradores. Agora, eu adoto essa estratégia na minha rotina. Como líder, desenvolvi esse olhar, essa análise. Caso contrário, poderia primeiro ferir o estilo de trabalho de cada um, e, segundo, correr o risco de não extrair o melhor de cada um deles.

"Eu entendi, então, que tinha de motivar meus liderados individualmente e a partir desse momento passei a respeitar as diferentes necessidades dos colaboradores"

Liderar dessa forma exige uma análise atenta. E essa análise não acontece da noite para o dia, precisa de tempo, de conversa com cada um dos liderados. Além disso, uma forte observação. Afinal, não se consegue desenhar o perfil da pessoa apenas conversando com ela. Portanto, o olhar apurado faz toda a diferença. E essa iniciativa não é pontual, como uma fotografia. É como um filme, porque as pessoas mudam, amadurecem e a organização e o líder também. O mundo gira e giramos com ele.

Assim, também lido com os clientes desta forma. Cada cliente pede um tipo de atendimento. Alguns estão em estágio mais avançado de inovação e querem um parceiro para fortalecer suas iniciativas. Outros precisam de uma contribuição mais intensa antes, durante e após os projetos.

Considero inovador esse estilo de gestão, pois beneficia a todos: ao líder, ao liderado e à empresa. Você já ouviu dizer que um profissional não pede demissão da empresa e, sim, do seu chefe? Um líder que consegue entender o perfil de cada talento e extrai seu máximo, respeitando suas particularidades, consegue reduzir atritos, rotatividade e ainda dá espaço para que eles cresçam e atinjam a excelência. 

Artigo em formato PDF

Revista Digital Start&Go

Mais vistas