De Portugal para o mercado global: os 3 primeiros novos investimentos da Portugal Ventures com a Call MVP

1 de Março de 2019

  • Shiptimize e Advertio oferecem soluções tecnológicas na área do E-commerce e Advertising;  
  • Logical Safety desenvolve uma plataforma IoT na área da Segurança e Saúde no trabalho;   
  • As operações foram sindicadas com co-investidores, estratégia que a Portugal Ventures adota como prioritária. 
Como  resultado da 1ª Edição da Call for MVP, a Portugal Ventures anuncia os investimentos em 3 novas startups nas áreas de IoT, E-commerce e Advertising, cuja ambição é a de se assumirem como empresas de referência no mercado global. Estes são os três primeiros investimentos do ano, estando previstas novas operações até ao final do 1º trimestre de 2019. 

A Call for MVP surge numa altura em que a Portugal Ventures deteta uma falha de mercado no investimento em projetos de startups early stage, com protótipos desenvolvidos mas cujo processo de tração no mercado é ainda preliminar.  Em resposta, é criada a Call for MVP, chamando os empreendedores a apresentarem projetos de base científica e tecnológica, com características mínimas necessárias para serem inseridos no mercado.  

A 1ª edição da Call for MVP teve mais de 240 projetos registados na plataforma de candidaturas. 97 projetos foram submetidos e analisados pela equipa da Portugal Ventures, estando ainda alguns em fase final de avaliação, processo que está a ser levado a cabo em estreita articulação com a rede de parceiros de capital da Portugal Ventures, privilegiando-se, assim, uma estratégia de sindicação de investimento. 

Shiptimize nasce quando Mark Bastiaanssen, CEO da Shiptimize, vendia equipamentos de pesca desportiva para todo o mundo e o número de envios aumentou, aumentando também o tempo gasto no processamento do envio de encomendas. Sem tempo para se dedicar à atividade comercial, percebeu que era necessário desenvolver um software para ajudar as pequenas e médias empresas de comércio eletrónico a encontrar as melhores soluções de logística para cada entrega, otimizando o tempo despendido nesta tarefa. Integrando o software de shipping na plataforma de e-commerce do retalhista, a Shiptimize é responsável pela negociação com as operadoras, conseguindo melhores condições comerciais e simplificação dos processos de gestão de devoluções e o atendimento ao cliente. 

Com 400 clientes ativos em Portugal, Espanha e Holanda, o investimento da Portugal Ventures no valor de 500 mil euros irá permitir desenvolver a sua capacidade de internacionalização e exportação, entrando em mercados emergentes onde o Brasil é a prioridade.  

O investimento da Portugal Ventures na Shiptimize é realizado em co-investimento nacional e internacional. A Shiptimize transfere a sede da empresa da Holanda, país de origem da equipa de promotores, para Portugal, iniciando o processo de recrutamento de pessoal no mercado português. 

A Logical Safety disponibiliza uma tecnologia com um conjunto de soluções IoT na área da saúde e segurança, permitindo às empresas reduzirem o risco das suas equipas nos locais onde operam. O software da Logical Safety foi desenhado para que as grandes empresas e as PMEs das indústrias pesadas, como a indústria cimenteira, minas e “oil & gas”, passem a trabalhar de forma proactiva nos processos de segurança e de antecipação de risco, ao contrário do que atualmente se verifica, onde a reação ao risco se dá após este se ter concretizado.  

A solução de IoT proposta pela Logical Safety permite que os departamentos de Segurança destas empresas agreguem numa só plataforma, o perfil dos seus trabalhadores, gestão de equipamentos, gestão documental, inspeções de segurança e rotinas de trabalho, fornecendo informação, em tempo real, sobre a aptidão e competências de cada recurso numa determinada situação ou contexto de trabalho.  As bases de dados em folhas de excel são substituídas por este software, assistindo-se à digitalização de processos e da indústria. 

Com um projeto piloto a decorrer numa empresa canadiana de produção de materiais, o investimento da Portugal Ventures no valor de 500 mil euros vai permitir dotar a plataforma de novas funcionalidades, recorrendo a machine learning e artificial intelligence, e reforçar a equipa comercial que irá focar a sua atuação na captação de grandes empresas que operem em setores onde a gestão de riscos de EHS é extremamente exigente, como sejam os casos das indústrias de  “oil & gas”, cimento ou minas. A equipa da Logical Safety é liderada pelo CEO, Henrique Mateus, empreendedor sénior que conta com mais de 25 anos de experiência na indústria cimenteira. 

A advertio automatiza o processo de publicidade digital, criando, parametrizando e distribuindo campanhas, de forma automática, com base na informação recolhida no website do cliente. O algoritmo da advertio permite maximizar o retorno do investimento publicitário digital ao integrar a difusão de publicidade em diferentes plataformas, tais como redes sociais, motores de pesquisa ou redes de blogs.  Isto é possível uma vez que o algoritmo da advertio se foca exclusivamente no target dos seus clientes, apresentando-lhe anúncios relevantes nas plataformas que frequenta. O serviço da advertio é gratuito, sendo cobrados ao cliente apenas os custos de inserção publicitária.

Com clientes como a StartUp Portugal e a Probe.ly e mais de 650 utilizadores ativos, o investimento da Portugal Ventures no montante de 500 mil euros, terá como objetivo capacitar a empresa de João de Sousa Aroso, dos recursos necessários para solidificar a sua presença no mercado nacional e promover a sua internacionalização. 

O investimento na advertio corresponde ao primeiro closing da segunda ronda de investimento na empresa e é realizado com co-investimento nacional, com a Rising Ventures e a Olissipo Way, que reforçam a sua participação nesta ronda com a entrada da Portugal Ventures na estrutura acionista da empresa. 

Para Rita Marques, CEO da Portugal Ventures, “A Call For MVP foi o primeiro sinal dado ao mercado de que a Portugal Ventures está ativa. Esta reaproximação levou-nos a analisar, só nesta 1ª edição, mais de 90 projetos, um resultado que nos deixa extremamente satisfeitos porque reflete o entusiasmo e a energia com que os empreendedores e parceiros de ignição responderam ao nosso desafio. Estamos com muita expectativa nos resultados da 2ª edição da Call for MVP, lançada no último trimestre de 2018, onde já estão a ser analisados projetos para investimento que promovem a valorização económica do tecido empresarial nacional. Estamos já a trabalhar no lançamento de novas Calls, com a preocupação de responder às principais falhas de mercado, procurando soluções inovadoras em áreas como a mobilidade, a economia circular, economia do mar e a eficiência energética.” 

Os investimentos no âmbito da Call For MVP são realizados através do fundo de capital de risco gerido pela Portugal Ventures  cofinanciado pela União Europeia através do Fundo de Capital & Quase Capital, gerido pela IFD – Instituição Financeira de Desenvolvimento, S.A por via de financiamento oriundo do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Portugal2020 e do PO Alentejo. 

Artigo em formato PDF

Revista Digital Start&Go

Últimas